Resenha: Anjo Negro - Mallerey Cálgara


Olá leitores! Sei que fiquei um bom tempo sem postar uma resenha de algum livro, mas eu posso explicar: estive lendo o livro para fazer a resenha, e como ando com muita preguiça (como sempre), demorei para terminá-lo, porém agora que eu finalmente acabei a leitura, vocês irão conferir a tão esperada resenha! 
Vamos lá ?

Título: Anjo Negro
Autora: Mallerey Cálgara
Editora: Novo Século
Nº de Páginas: 207



Sinopse:

Até onde você iria para salvar a pessoa que você ama? Até que ponto se sacrificaria e tudo pelo qual você lutou e acreditou? Para muitos, quando tudo parecia ser o fim, para Darian foi apenas o início. Filho de um Anjo que se apaixonou e se envolveu com um humano, e após ser transformada em mortal, comete suicídio. Com a passagem livre entre os dois mundos, Darian recebe uma proposta do Arcanjo Miguel de recolher dez mil almas que querem ser salvas e colocá-las em uma caixa angelical. Ele vê nesta proposta um meio de amenizar o sofrimento de sua mãe que se encontra no vale dos suicidas. Contando com a ajuda de seu Anjo da guarda, Hadji, ele parte em uma jornada de aprendizagem, mas com grandes conflitos e indecisões. Porém, não só apenas os Anjos do bem o observavam, e uma nova proposta de maior peso, lhe foi feita, por Iblis, o senhor dos infernos: “-... Apenas dez mil almas simples, comuns, por uma especial, uma troca justa.” Cabendo somente a ele, tomar a decisão de não lhe entregar a caixa ou, de salvar sua mãe e tornar-se um Anjo Negro.

Resenha:

Adquiri esse livro não faz muito tempo, através de uma troca pelo Skoob. Escolhi lê-lo, porque eu queria ler um livro que fosse escrito por algum escritor brasileiro (e atual), então eu apostei em Anjo Negro e ...
... me decepcionei!
Calma, vou explicar o porquê:
A temática em si é bem interessante, mas a escrita da autora não me agradou muito.
Ela escreve de um jeito que eu não entendi muito bem, e não sei se estou exagerando, mas eu percebi que ela coloca muitos pontos de exclamação nas falas dos personagens e em algumas vezes nem é necessário. Sem contar que a revisão do livro não foi muito boa, pois achei vários erros na gramática. 
A temática do livro é sobre anjos, até aí tudo bem, porém a autora não soube explorar essa temática por completo, achei que ela deveria ter colocado mais elementos na história.
Sobre o personagem principal, não gostei muito dele, acho que faltou mais detalhes para descrevê-lo.
Enfim, achei que o livro poderia ter mais detalhes também no próprio enredo.
Outra coisa que notei foi que a história era retratada em alguns séculos atras na Inglaterra e teve alguns momentos em que não deu para perceber que a história estava se passando em séculos atras.
Não me envolvi durante a leitura e o livro definitivamente não me agradou.

Caso você queria lê-lo, fique a vontade, afinal nossos gostos podem ser diferentes! Mas, quero deixar uma coisa bem clara: eu gosto de histórias com anjos, mas esse livro ... não gostei.

Nota:

2/5

E vocês, já leram esse livro ? Se sim, o que acharam ? Comentem!

xoxo

4 comentários:

  1. Achei meio sinistro essa livro! Eu e minha mania de conceituar um livro pela capa. Mas confesso, os livros com capas românticas e títulos fofinhos me agradam mais. Hahaha
    Que pena que você não gostou do livro, quem sabe o momento não ajudou né Monique?! Mas não irei lê-lo até porque como eu já disse, a capa não me agradou.

    Depois dos Dezoito

    ResponderExcluir
  2. Oi Monique, eu conheço a autora e conheço o livro, mas ainda não li.
    É um pena que você não tenha gostado.
    Eu curto ler sobre anjos, mas nem sempre essa temática é bem explorada.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. achei meio sinistro esse livro quer dizer meio n bemm sinistro mais a escrita é otima e pra quem gosta super indico!

    www.charmenamake.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que pena que não gostou do livro e se decepcionou, infelizmente o excesso de erros fala mais alto que a história em si

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir

© Inverno de 1996 | Layout por A Design